Feira de Arte e Antiguidades de Lisboa chega à Cordoaria Nacional a 14 de Abril

A 23ª edição do certame contará com a presença de 21 galeristas e antiquários do panorama artístico nacional, 4 expositores internacionais e ainda uma área de exposição alargada.

O evento dedicado às Antiguidades e Arte Contemporânea que reúne, desde 1995, os principais representantes do setor num só espaço, nesta 23ª edição, traz ao público 25 expositores de referência, nacionais e internacionais, oferecendo ainda aos visitantes uma área de exposição alargada. O certame é promovido pela Associação Portuguesa dos Antiquários (APA) em parceria com o Museu Nacional de Arte Antiga e conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República, patrocínio do Banco BPI, com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, do Turismo de Lisboa e Horta Osório Wines.

Entre antiquários e galeristas, em 2018 irão participar no evento 21 referências do panorama artístico nacional, como António Costa Antiguidades, AR-PAB/Álvaro Roquette – Pedro Aguiar-Branco, Da Época, D’Orey Azulejos e Antiguidades, Espadim 1985, Galeria Bessa Pereira – Design e Arte, Gallery P&M Nachbaur, Galeria São Mamede, Helder Alfaiate, Isabel Lopes da Silva, J. Baptista, Manuel Castilho, Manuela Gil, Manuela Lírio, Microarte Galeria, Miguel Arruda Antiguidades, Objectismo – Nuno Lopes Cardoso, Ricardo Hogan Antiguidades, Rota do Tempo – João Ramada, São Roque, Zarco Antiquários.

Aos expositores portugueses, juntam-se nesta edição duas galerias espanholas, Beatriz Bálgoma e a Galeria Theotokopoulos e duas de origem francesa, as Galerias Phillipe Mendes e Sylvie Tiago, ambas parisienses.

A Feira de Arte e Antiguidades de Lisboa vai funcionar de segunda a sábado das 16h00 às 23h00 e aos domingos entre as 12h00 e as 20h00, na Cordoaria Nacional de Lisboa e, durante este período irão decorrer em simultâneo outras atividades culturais:

No dia 18 de abril, pelas 18h00, Conceição Amaral – Administradora Executiva da Fundação Ricardo Espírito Santo – vai apresentar ‘Em busca de Álvaro Pires d´Évora: o “exótico” pintor português no Quattrocento Toscano’. Já Rui Afonso – Curador do Museu Nacional de Arte Contemporânea, Museu do Chiado – falará no dia 20 de abril, às 18h00, sobre ‘Design Português: um percurso de excelência’.

Em simultâneo haverá provas de vinho diárias, orientadas por enólogos da Horta Osório Wines, de segunda a sábado, entre as 18h30 e as 19h30 e aos domingos entre as 17h30 e as 18h30.

Por 12€ (bilhete individual diário) ou 20€ (bilhete duplo diário) os visitantes terão acesso à totalidade da exposição, às restantes atividades culturais e ainda a uma demonstração dos serviços de conservação e restauro da Fundação Ricardo Espírito Santo, que decorrerá diariamente, neste que é já considerado o maior evento de antiguidades e arte contemporânea do país.

Para completar a experiência de Feira, haverá um restaurante de autor, o ‘Espaço Caiado’, dirigido pelo chef Francisco Amado que irá desenvolver uma carta exclusiva para esta ocasião harmonizada com os vinhos Horta Osório Wines, da região do Douro.

Feira de Arte e Antiguidades de Lisboa
Cordoaria Nacional: Avenida da Índia, Lisboa
Horário de funcionamento: De 14 a 22 de abril – entre as 16h00 e as 23h00 de segunda a sábado e das 12h00 às 20h00 aos domingos
Preços: 12€ bilhete individual diário | 20€ bilhete duplo diário

http://apa.pt/feira-2018/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *