Construção do Palácio da Ajuda termina em 2020

As obras do Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, para acolher um museu com joias da coroa portuguesa, começaram em fevereiro e terminarão em 2020, com um orçamento que subiu para 21 milhões, anunciou hoje o Governo.

O anúncio foi feito pelo ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, e pelo presidente da câmara de Lisboa, Fernando Medina, numa conferência de imprensa que incluiu uma visita ao estaleiro de obras.

A construção do Palácio Nacional da Ajuda estava incompleta há mais de 200 anos – a primeira pedra foi colocada em 1795 -, sendo agora concluída a fachada poente do edifício com um projeto “de desenho e expressão contemporânea” assinado pelo arquiteto João Carlos Santos.

É nessa ala poente que ficará instalada a Exposição Permanente do Tesouro Real, com milhares de exemplares das joias da coroa e tesouros da ourivesaria da Casa Real, num espaço expositivo que será uma caixa forte com apertadas medidas de controlo e de segurança.

O atual projeto de conclusão do palácio já tinha sido revelado em setembro de 2016 e na altura o orçamento rondava os 15 milhões de euros, subindo agora para os 21 milhões de euros. A conclusão estava prevista para dezembro deste ano, mas foi agora adiada para o primeiro trimestre de 2020.

https://www.dn.pt/artes/interior/construcao-do-palacio-nacional-da-ajuda-fica-concluida-em-2020—ministro-9192566.html

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *